Agência Nacional de Águas
agosto 14, 2017
Sem acordo, licenciamento ambiental deve ser votado amanhã
agosto 15, 2017
Exibir tudo

Agência Nacional de Águas


Desde 2013 a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos (USACE) possuem um acordo para capacitação de especialistas brasileiros em temas, como: controle de cheias, operação de reservatórios, regulação do uso da água e planejamento e operação de rede hidrometeorológica. No contexto desta parceria, o coronel Jim DeLapp se reuniu com a Diretoria Colegiada da ANA em 9 de agosto para avaliar o acordo e sua continuidade. O militar comanda o Distrito de Mobile do USACE, responsável pelas parcerias da instituição com a América do Sul e a América Central.

 

Durante o encontro a diretora Gisela Forattini e os diretores João Gilberto Lotufo, Ney Maranhão e Ricardo Andrade apresentaram ao coronel do USACE os desafios que o Brasil enfrenta para a gestão de recursos hídricos, como a questão da dupla dominialidade das águas (federal ou estadual/distrital). Os dirigentes também apresentaram como o Brasil realiza seu monitoramento hidrometeorólogico. Além disso, os diretores discutiram com DeLapp a possibilidade de prorrogação do acordo vigente entre ANA e USACE.

 

A Agência Nacional de Águas buscou esta parceria com o Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos pela excelência técnica da instituição estadunidense em áreas de interesse da ANA, como meio ambiente, navegação fluvial, operação de reservatórios e controle de cheias num país com extensão territorial e diversidade geográfica como os Estados Unidos.

 

Como o USACE atendia completamente aos objetivos de capacitação da Agência, as instituições firmaram acordo de cooperação em 2013 com duração até 2016, no valor de aproximadamente US$ 2 milhões. No entanto, a parceria foi prorrogada até novembro de 2017. No âmbito da parceria, já aconteceram 12 cursos de curta duração, três workshops e três visitas técnicas de especialistas brasileiros que foram aos Estados Unidos.

 

Também já foram produzidos 15 documentos técnicos pelos engenheiros do USACE sobre temas de interesse da ANA, como: revisão dos aspectos institucionais e legais brasileiros para gerenciamento de risco de inundação; árvore de decisão do USACE para o planejamento da operação de reservatórios; aspectos da governança de alocação de água nos Estados Unidos; entre outros.

 

Até o fim do contrato ainda podem acontecer dois treinamentos para especialistas da ANA em território estadunidense, sendo um deles sobre controle de cheias e o outro sobre operação de reservatórios. Para o primeiro semestre de 2018 também está prevista uma visita da Diretoria Colegiada da ANA à sede do comando do USACE, em Washington, a fim de consolidar os diálogos para continuidade da parceria.

 

Além dos resultados obtidos diretamente por meio do acordo com o Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos, a Agência também se beneficiou com a parceria estratégica da instituição junto a outros órgãos governamentais de referência, como o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês). Com isso, a ANA assinou em 2013 um acordo com o USGS também para capacitação de seus especialistas em temas de interesse comum, como técnicas de amostragem de qualidade da água.

Wander Delgado
Wander Delgado
Químico, especialista em meio ambiente e gestão de resíduos, contabilidade industrial e viabilidade técnico econômica.

Os comentários estão encerrados.