Centro de Controle de Zoonoses confirma mais 29 cães diagnosticados com leishmaniose

Febre amarela: mutirão educativo vai de casa em casa para combater mosquito
fevereiro 10, 2018
Fundação Ecobank doa 612 mil euros para erradicar malária em Moçambique
fevereiro 10, 2018
Exibir tudo

Centro de Controle de Zoonoses confirma mais 29 cães diagnosticados com leishmaniose


O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) divulgou nesta sexta-feira (9) a confirmação de mais 29 casos positivos de Leishmaniose Visceral Canina (LVC) referentes ao ano de 2017, em Presidente Prudente. São 28 autóctones, ou seja, contraídos no próprio município, e um importado. Todos estes animais contraíram a doença no ano passado.

Destes novos casos divulgados, 26 foram diagnosticados pelo CCZ, enquanto os outros três passaram por clínicas veterinárias particulares da cidade.

De acordo com os dados do CCZ, a cidade contabiliza 442 registros de leishmaniose canina relativos a 2017, sendo 425 autóctones e 17 importados. Um novo lote, desta vez o último de 2017, deverá ser divulgado no dia 21 de fevereiro.

Os casos estão distribuídos nos bairros mais afetados: Jardim Vila Real, Parque Imperial, Residencial Universitário, Conjunto Habitacional João Domingos Netto, Jardim Vale do Sol, Jardim Novo Bongiovani, Residencial São Paulo, Cohab e Cecap.

O alerta também segue nos bairros Jardim Santa Elisa, Jardim Vale Verde, Jardim Cobral, Residencial Maré Mansa, Jardim Prudentino, Parque Shiraiwa, Jardim Tropical, Jardim Cambuci, Jardim Santa Mônica, Jardim São Sebastião, Vila Industrial, Vila Jesus, Vila Ginásio e Parque Jabaquara, além do distrito de Floresta do Sul.

O post Centro de Controle de Zoonoses confirma mais 29 cães diagnosticados com leishmaniose apareceu primeiro em Pragas e Eventos.

Wander Delgado
Wander Delgado
Químico, especialista em meio ambiente e gestão de resíduos, contabilidade industrial e viabilidade técnico econômica.