CETESB ministra curso sobre áreas contaminadas | CETESB

Delegação mexicana do setor sucroenergético visita CETESB | CETESB
agosto 9, 2018
ICMBio implanta barreira na entrada da Flona do Jamanxim
agosto 9, 2018
Exibir tudo

CETESB ministra curso sobre áreas contaminadas | CETESB


Técnicos de Angola e Moçambique, e de outros estados brasileiros, participam do curso, teórico e prático

A origem das áreas contaminadas está relacionada ao desconhecimento, em épocas passadas, de procedimentos seguros para o manejo de substâncias perigosas e à ocorrência de acidentes ou vazamentos durante o desenvolvimento dos processos produtivos, de transporte ou de armazenamento de matérias-primas e produtos. A existência de uma área contaminada pode gerar problemas, como danos à saúde, comprometimento da qualidade dos recursos hídricos, restrições ao uso do solo e danos ao patrimônio público e privado, desvalorização das propriedades, além de danos ao meio ambiente.

Só esta pequena introdução ao assunto mostra bem a importância do Curso de Gerenciamento de Áreas Contaminadas, para técnicos de países da África de Língua Portuguesa e das regiões Norte e Nordeste, que está sendo realizado pela CETESB, em conjunto com a Agência de Cooperação Alemã – GIZ e a Agência Brasileira de Cooperação – ABC. Entre os inscritos, técnicos do Ministério do Meio Ambiente de Angola; do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural de Moçambique; e dos estados Amapá, Maranhão, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

As aulas foram iniciadas no dia 4/6 último, na Escola Superior da CETESB, com coordenação técnica de Rodrigo César de Araújo Cunha, do Departamento de Áreas Contaminadas, e coordenação executiva do Setor de Capacitação e Formação Continuada, da agência ambiental paulista. A realização é do Departamento de Cooperação Institucional e Internacional.

Como parte do conteúdo do curso, no primeiro dia foi apresentada uma introdução, abrangendo conceitos, definições, impactos causados pelas áreas contaminadas, panorama mundial e histórico no Estado de São Paulo, entre outros itens. Também foi abordada a legislação aplicada ao gerenciamento de áreas contaminadas, pelo diretor de Controle e Licenciamento Ambiental da CETESB, Geraldo do Amaral Filho.

No dia 11/06, os participantes tiveram oportunidade de assistir uma aula prática, com amostragem de água subterrânea, supervisionada pelo gerente do Setor de Avaliação e Auditoria de Áreas Contaminadas, Vicente de Aquino Neto. O curso se encerra em 15/6 (sexta-feira), com a elaboração e apresentação de planos de atividade.

Texto: Mário Senaga
Revisão: Cris Leite
Fotos: Dirceu Rodrigues

 

Wander Delgado
Wander Delgado
Químico, especialista em meio ambiente e gestão de resíduos, contabilidade industrial e viabilidade técnico econômica.