Jovem é picada por escorpião e pais temem “invasão” de aracnídeos em creche no Parque Infantil

21 dicas de consumo consciente de energia
março 13, 2018
Drone ajuda combater a dengue em Cuiabá
março 13, 2018
Exibir tudo

Jovem é picada por escorpião e pais temem “invasão” de aracnídeos em creche no Parque Infantil


*Atualizada com a nota da Prefeitura

Uma uma jovem de 19 anos foi picada por um escorpião, na noite da última sexta-feira (09), no Parque Infantil, localizado no Centro de Araraquara. A vítima sofreu uma forte reação ao veneno do aracnídeo e o desabafo da mãe dela, nas redes sociais, deixou muita gente preocupada com a situação do local, que também abriga o CER (Centro de Educação e Recreação) “Leonor Mendes de Barros”.

“O próprio médico que a atendeu informou que ela só não veio a óbito pois tem uma saúde de ferro, disse que se fosse uma criança ou um idoso não teria resistido”, escreveu Laura Gobatti, mãe da menina que passou novamente por atendimento médico nesta segunda-feira (12).

“Quando penso em quantas crianças ou idosos que passam pelo parque todo dia me assusta saber o risco que correm”, completou ela.

Mobilização  

Na manhã desta segunda-feira (12) foi grande o movimento de pais em busca de informações a respeito do que poderia ser feito para que casos como esse não se repitam novamente.

Sandra Helena Rodrigues esteve na portaria da creche e também cobrou providências. Ela tem um filho de três anos. “O interior da creche, por ter funcionários que cuidam da limpeza, está sempre limpo, mas o Parque Infantil não. Tem sujeira pra todo lado, faltam lixeiras então é preciso fazer alguma coisa”, disse ela.

Também estiveram por lá alguns vereadores e representantes do conselho dos pais. Eles fizeram uma vistoria na creche e não encontraram problemas na área reservada para as crianças.

“A nossa preocupação é com o lado de fora, porque esses insetos acabam entrando por uma fresta e podem acabar dentro da creche, a gente nunca sabe”, reforçou Sandra.

O que diz a Prefeitura 

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio de sua assessoria de imprensa informou que a gerência de Controle de Vetores, faz trabalho permanente de prevenção a ocorrências com escorpiões, e diante dos últimos fatos, está intensificando os trabalhos nas regiões que registraram alguma situação nova.

É importante ressaltar que não existe um surto de escorpiões na cidade, mas a região, como sempre se soube, tem solo propício para o estabelecimento da espécie, assim como o clima do verão favorece o aparecimento do animal.

A Prefeitura Municipal, por meio das secretarias de Saúde, Obras e Serviços Públicos e Educação, e o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE), está trabalhando no sentido de intensificar ações com o objetivo de evitar o aumento do aparecimento do animal.

Nas regiões que tem registrado ocorrências, será antecipado o cronograma dos serviços de limpeza de praças, manutenção em escolas, creches e unidades de saúde, além de verificação na rede de esgoto e água pluvial do município, locais propícios para alojamento do animal. Outra ação entre as Secretarias será a realização de mutirões de recolhimento de materiais passíveis de criadouros de vetores e animais sinantrópicos em todas as regiões da cidade, com o apoio de caminhões para transporte de materiais coletados.

Além disso, será feita uma campanha de orientação e conscientização a respeito dos cuidados necessários para evitar a presença do escorpião e também como agir caso o animal seja encontrado. Vale lembrar que a equipe do Serviço de Controle de Sinantrópicos já realiza as orientações em constantes em visitas, quando acionados.

O post Jovem é picada por escorpião e pais temem “invasão” de aracnídeos em creche no Parque Infantil apareceu primeiro em Pragas e Eventos.

Wander Delgado
Wander Delgado
Químico, especialista em meio ambiente e gestão de resíduos, contabilidade industrial e viabilidade técnico econômica.