Polícia descobre ação de milícia em extração ilegal de areia no Rio

CETESB e Investe SP reforçam compromisso sobre novos projetos | Cetesb
maio 16, 2018
Deputados querem retirar Anvisa e Ibama da avaliação de agrotóxicos
maio 16, 2018
Exibir tudo

Polícia descobre ação de milícia em extração ilegal de areia no Rio


Grupo de milicianos realizavam extração ilegal de areia na região do município de Seropédica, no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação/ Polícia Civil.

Na terça-feira (15), a Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro, através da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), realizou uma ação de combate a crimes ambientais no município de Seropédica, Região Metropolitana no Rio, e apurou o envolvimento de milícias na extração de recursos minerais do solo sem autorização. Grupo fazia extração ilegal de areia.

A polícia apreendeu oito caminhões e prendeu 12 pessoas. Os investigadores apuraram que os milicianos extorquiam de algumas empresas legalizadas o valor de R$ 1 mil por mês, e expropriavam as empresas daqueles que resistiam às suas investidas. O lucro chegava a um total de R$ 60 mil por mês.

Os criminosos responderão por crimes de extração irregular do solo, poluição, desmatamento, distribuição irregular de derivados de petróleo e transporte ilegal de recursos minerais.

A retirada ilegal de solo pode resultar na erosão acelerada e na compactação do solo, que, somadas, podem dar origem a um processo de desertificação, com alterações inclusive no microclima da região.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro.

 

Leia Também

Entenda a Lei de Crimes Ambientais

Efeitos da mineração no meio ambiente

 

Wander Delgado
Wander Delgado
Químico, especialista em meio ambiente e gestão de resíduos, contabilidade industrial e viabilidade técnico econômica.